21 de fev de 2012

VIVA A INSPIRAÇÃO, NÃO A CÓPIA!

Último dia de Carnaval. Fui a praia meditar e acabei por assistir os blocos nas ruas  e os desfiles das escolas de Samba na televisão.
O brasileiro é por demais criativo.Vi carros alegóricos inspiradores. Observei as fantasias deslumbrantes.Me impressionou a rainha da bateria da Mangueira... Uma hora cacique, outra onça. Muito linda.


A fantasia do mestre-sala e porta bandeiras, realmente impressionante. Escrevo sobre a Mangueira porque foi uma das poucas escolas que conseguiu me manter de olhos abertos, enquanto lutava contra o sono da madrugada, com um desfile vibrante e fantasias que me fizeram cair o queixo. Não sou mangueirense rsss Sou uma apaixonada por Moda e tudo o que inspira a moda e a criatividade.


Diante de tanta criatividade me rendo ao trabalho dos carnavalescos e admiro a cada carnaval o trabalho minuncioso de criação, fazendo com que os carnavais de São Paulo e Rio de Janeiro fiquem cada vez mais luxuosos  e criativos. Atraindo pessoas do mundo inteiro para esta festa de 4 dias de muita folia e beleza.
Os desfiles de carnaval são verdadeiros palcos ambulantes , espetacular, aos olhos de uma designer.
E como designer penso que o brasileiro deva investir nesta criatividade. Mudar o olhar , para a música, para a arte. Até uma pedra pode ser motivo de inspiração.  

Abaixo algumas fotos de arte, de objetos que inspiram estampas :






As pesquisas de tendência, temáticas, inspiração devem existir, mas não como uma forma de copiar. É muito fácil clicar cono Ctrl Alt Del rssss  Mas os designers tem a obrigação da criação. O tempo é curto, a pressão é grande, mas é a nossa profissão. Olhar um objeto com um novo olhar e transformar, e criar, e fazer acontecer. Tornar novo o que é velho. Fazer da arte uma nova arte. 
O que se vê por aí , como há muito tempo são estilistas comprando moda no exterior e colocando a própria assinatura.... Que vergonha !
O Carnaval e as fotos acima são provas vivas que podemos transformar coisas que um dia passaram ,em algo muito melhor, muito mais vívido, e muito mais emocionante.
Que os industriais querem modelos periguetes e vendáveis , onde o mercado consumidor  absorve com uma velocidade espantosa, gerando lucro e pouca criatividade é fato.... Mas nada me tira da cabeça que tem sempre algo que podemos transformar, mudar, criar...Ou não seremos mais designers e sim verdadeiras cópias de alguém ou de algo.
Seremos designers e estilistas de olhos vendados para a criatividade. Cegos e mudos diante da industrialização de um produto cópia.
É só mudar o olhar.... Usar a criatividade. Fazer juz ao que aprendeu. Entender a marca. Entender o público-alvo e transformar isso em Moda. Uma moda criativa, uma moda irreverente, uma moda surpreendente, uma moda diferente de tudo o que há... porque a cópia... me desculpem é para os medíocres e sem imaginação.


Kris Melo