4 de jul de 2014

FOTOGRAFIAS DE EDWIN SMITH EM EXIBIÇÃO NO RIBA, EM LONDRES






No próximo mês de setembro, inaugura na Architecture Gallery do RIBA (Royal Institute of British Architects), em Londres, a primeira grande retrospetiva de Edwin Smith (1912-1971), um dos mais importantes fotógrafos britânicos do século XX. Saudado pelo poeta e escritor inglês Sir John Betjeman como "génio da fotografia”, Edwin Smith captou a essência dos lugares, paisagens e edifícios que fotografou.

“Ordinary Beauty: The Photography of Edwin Smith”, patente de 10 de setembro a 6 de dezembro, vai expor mais de 100 extraordinárias fotografias a preto e branco pertencentes a uma coleção de cerca de 60.000 negativos e 20.000 impressões doadas à biblioteca do RIBA por Olive Cook, viúva e colaboradora de Edwin Smith. Desde cenas urbanas que documentam a história social britânica até evocativas imagens de paisagens e interiores, as fotografias que serão apresentadas nesta mostra revelam a genialidade e a amplitude do trabalho de Edwin Smith. Em exibição estarão também imagens captadas pelo fotógrafo nas suas viagens à Europa, bem como os livros que publicou e o seu equipamento fotográfico.

Edwin Smith foi muito procurado pelos editores e em 1950 foi contratado pela Thames & Hudson para fotografar uma série de livros, incluindo “English Parish Churches” (1952), “English Cottages & Farmhouses” (1954), “Scotland” (1955), “England” (1957), e “The Living City: A New View of the City of London” (1957). O seu trabalho foi também publicado na Vogue, Shell Guides e muitas outras publicações para ilustrar temas múltiplos como as grandes casas da Europa ou as maravilhas de Itália.


LOUIS VUITTON REVELA AS PRIMEIRAS IMAGENS DA SUA NOVA CAMPANHA OUTONO/INVERNO 14/15




Nicolas Ghesquière convidou três fotógrafos icónicos - Annie Leibovitz, Bruce Weber e Juergen Teller - para fotografar a sua primeira campanha para a casa Louis Vuitton, denominada “Series1”, que tem como protagonistas Charlotte Gainsbourg, Liya Kedebe, Freja Beha Erichsen e Jean Campbell. 

Aos três fotógrafos foi dado um brief sobre "a união da beleza clássica com a inovação criativa." Embora cada um tenha interpretado o tema à sua maneira, as imagens conjugam-se harmoniosamente, construindo uma história espontânea e coesa. Um pequeno filme behind-the-scenes da sessão fotográfica de Gainsbourg com Leibovitz ilustra não só a essência da coleção, mas também a primazia das primeiras criações de Ghesquière para a casa francesa.

Veja o filme.


MUSEU LOUIS VUITTON, EM PARIS, ABRE EM OUTUBRO




O tão aguardado Museu Louis Vuitton abre no dia 26 de outubro, anunciou recentemente Bernard Arnault. Situado nos arredores de Paris, o imponente edifício projetado pelo arquiteto Frank Gehry ocupará uma área de 126.000 m2 no Jardin d'Acclimatation, e incluirá 11 galerias que albergarão a coleção de arte de LVMH, assim como exposições temporárias e projetos especiais encomendados pelo grupo. A exposição de inauguração, patente até 5 de janeiro, vai concentra-se no trabalho de Frank Gehry para a fundação.

"Temos uma mistura bastante eclética", afirmou Bernard Arnault sobre a seleção de arte do novo museu. Jean-Paul Claverie, seu consultor e gestor de atividades filantrópicas da LVMH, acrescentou: "O museu vai expressar os valores artísticos, culturais e emocionais, bem como a arte de viver, promovidos por Bernard Arnault e o grupo LVMH, mas é verdadeiramente uma fundação de caridade, dedicada ao público."

Outra criação de Frank Gehry para a LVMH, uma mala monograma de edição limitada para a Louis Vuitton, também será apresentada em outubro, como parte do projeto “The Icon and the Iconclasts”, juntamente com criações de Karl Lagerfeld, Christian Louboutin, Rei Kawakubo, Marc Newson e Cindy Sherman.