6 de set de 2012

MUSEU SALVATORE FERRAGAMO PRESTA TRIBUTO A MARILYN MONROE

museu Salvatore Ferragamo, em Florença, celebra o 50º aniversário da morte de Marilyn Monroe, com a apresentação de uma grande exposição e o lançamento de um livro de fotografias icónicas e inéditas da atriz. 

A exposição e o livro são o resultado de uma longa pesquisa e trabalho preparatório, apresentando peças do guarda-roupa de Marilyn usadas durante as filmagens ou na sua vida privada, bem como documentos importantes que revelam a habilidade e determinação da atriz em construir e elevar o seu sucesso. 


O livro, intitulado simplesmente “Marilyn”, é editado pela diretora do museu, Stefania Ricci, e pelo crítico de arte, Sérgio Risaliti. Os curadores da exposição procuraram interpretar uma ampla coleção de fotografias famosas sobre a vida de Marilyn no dia a dia (da autoria de fotógrafos notáveis como Beaton, Stern, Barris, Greene) que retratam a atriz em poses "clássicas", comparando-as com obras de arte famosas do passado que representam poses e expressões semelhantes, como a "Venus" de Botticelli. Com lançamento previsto para o próximo dia 25 de setembro, o livro inclui também ensaios sobre temas como a beleza clássica e moderna, a biografia de Marilyn, bem como uma introdução por Stefania Ricci e Sergio Risaliti.

A exposição é dedicada ao guarda-roupa da atriz, reunindo mais de 50 coordenados e vários pares de sapatos de Salvatore Ferragamo. Marilyn Monroe era uma cliente fiel de Salvatore Ferragamo e ajudou a celebrizar alguns dos modelos de sapatos mais icónicos da casa de moda italiana.